Música: “Vai pro quilombo…” (Autor: Mestre Fuinha)

Vai pro quilombo, ô menino, vai pro quilombo…

ô muleque cresceu no engenho, na fazenda de cana, aprendeu a viver…
Via seu pai e sua mãe, entrar na chibata sem nada a fazer…
Um dia, o fundo da senzala abriu no seu peito revolta e dor…
Gritou num brado de esperança, mamãe nunca mais apanhou do feitor…

Vai pro quilombo, ô menino, vai pro quilombo…
Vai pro quilombo, ô menino, vai pro quilombo…

Coro:
Vai pro quilombo, ô menino, vai pro quilombo…
Vai pro quilombo, ô menino, vai pro quilombo…

Fugiu lá pra boca da mata, correu na caçada, matou o capataz…
Lembrou que lá na lavoura, tinha um palmares dos seus ancestrais…
E disse, você é livre e forte, lutou contra a morte e assim vou viver…
Se eu não conseguir ser livre, ao menos um dia meu filho vai ser…

Coro:
Vai pro quilombo, ô menino, vai pro quilombo…
Vai pro quilombo, ô menino, vai pro quilombo…

Num dia, fez uma emboscada, voltou pra senzala, seu leito de dor…
Tortura e jongo todo dia; ele aguentava, mostrando valor…
Sofrendo bem perto da morte, espinhos no peito, sua boca falou,
Vocês levarão o meu corpo, mas a liberdade minha alma ganhou…

Coro:
Vai pro quilombo, ô menino, vai pro quilombo…
Vai pro quilombo, ô menino, vai pro quilombo…

Vai pro quilombo, ô menino, vai pro quilombo…
Vai pro quilombo, ô menino, vai pro quilombo…

Coro:
Vai pro quilombo, ô menino, vai pro quilombo…
Vai pro quilombo, ô menino, vai pro quilombo…

Nenhum comentário para "Música: "Vai pro quilombo..." (Autor: Mestre Fuinha)"


    Tem algo a dizer?

    HTML habilitado